Opinião

A invasão das ilhas das avenidas de Iporá continua

Valdeci Marques
17/09/2018

Está na hora do prefeito de Iporá frear o absurdo da ocupação de ilhas das avenidas e entrar para a história como um prefeito disciplinador, que prime pelo interesse coletivo no uso destes espaços públicos.

 

Esse assunto de ocupação de espaços públicos nunca foi tratado em Iporá com muito critério. E a coisa vem desandando... Passam-se meses e anos e só aumenta a invasão das ilhas, das calçadas, de espaços onde teria que ser de estacionamento e onde alguém se estabelece com uma bodega.

 

Está na hora do prefeito de Iporá entrar para a história como disciplinador, como ordeiro, como alguém que vê esses locais como de interesse de todos, interesse dos pedestres e para a boa questão estética de nossa urbanidade. Entrar para a história significa não mais permitir isso e, pelo contrário, limpar esses espaços públicos, torna-los como parte da cidade que é de todos e não somente do interesse do vendedor de caldo de cana, do outro que vende salgados, do mototaxista, do vendedor de espetinhos, do bar que cimentou a ilha para ganhar mais espaço para colocar mesas para clientes, etc...

 

A cidade está feia, parece um feirão, um mercado aberto... E além de ocupar esses espaços públicos, eles (os bodegueiros) não se estabelecem com um mínimo de padrão estético para embelezar a via pública. Pelo contrário, deixam o centro de Iporá com aspecto desagradável. São ambientes com latas velhas, tendas e sem nenhum padrão.

 

Nada contra os que estão nesta atividade. Eles estão no papel deles, de trabalhadores em busca do pão, buscando a renda honesta. Cabe a Prefeitura disciplinar esses usos de espaços públicos. No ritmo que vai, cada dia será mais feia a cidade. Sabemos de comerciantes que, para sair do aluguel, foi para o meio da rua com quiosque. E com um alvará barato, está na atividade. E a companhia elétrica liga a energia pra ele!

 

Enquanto isso, muitas salas comerciais estão fechadas no centro da cidade. Claro que é muito melhor estar ao ar livre, mais lucrativo. Mas e o interesse geral de um povo??? Onde fica??? A coisa pública não pode ser tratada de forma a privilegiar alguém em detrimento de algo maior: trafegabilidade, beleza da cidade e do tratamento igual para todos. Daqui a pouco, alguém virá para o prefeito e diz. A ele foi dado espaço e eu também quero. E aí? Mais um dentro da ilha da avenida? Isso vai ter que ter um fim.

 

Acredito que o prefeito quer ficar na história como gestor que olha o interesse geral da comunidade. E olhar o interesse geral significa, ao tomar decisões, avaliar todos os lados, privilegiando o interesse maior, aquele que tem a ver com todos. Sabemos que o prefeito quer é o bem da cidade. De forma que, tenho certeza, ele vai rever a questão, dar uma limpada geral nas vias públicas, o que vai permitir até um padrão de arborização melhor. Quem sabe criar um mercado municipal e levar todos pra lá? Isso foi feito em Goiânia certa vez.

 

Tomara que aconteça o que estou imaginando. Nosso sonho é por bela Iporá!!!

Valdeci Marques

Valdeci Marques é escritor e diretor do jornal Oeste Goiano.

Mais Opiniões
O que achou desse Artigo?
35 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

3 comentários

  • Adalto Gomes 17/09/2018

    Parece que deixa os ambulantes, esses bodegueiros tomar conta em troca de votos, né? Só que a desagrada a maioria... Fica bem pior pro prefeito..... Depois o povo dá o troco.... É uma baderna esse centro de Iporá.... e a Limpeza Pública é ruim também....
  • Manuel Ventura 17/09/2018

    Iporá está horrível.... Terra sem lei, sem autoridade.... Pode tudo e daí a bagunça impera..... Tem prefeito? Quem? E por que ele não age? ilhas invadidas, calçadas, lixo, lixo, muito lixo.... Uma vergonha...
  • ARNON GERALDO FERREIRA 17/09/2018

    Parabenizo o ilustre amigo pelo tema abordado pois temos que prismar pelo livre acesso do cidadão e reforço sua ideia na criação de um espaço próprio como foi feito em Goiânia, na avenida Paranaíba. Cidade organizada é sinônimo de cidade bem zelada e de um povo educado.

Comente

Faça seu Login

Use sua conta do Oeste Goiano.

Faça seu Login

Use sua conta do Oeste Goiano ou Facebook para comentar.

Botão do Facebook
Faça aqui o seu cadastro!