Opinião

É preciso sabedoria de Deus para atravessar mar de lama rumo a 2018

Pedro Claudio Rosa
11/12/2017

É final de ano, Natal, nova esperança, expectativa de um ano novo e com desejo de vida em abundância, que para alguns é prosperidade para si e para a sua família e, aqueles que lhes são caros, para outros é a luta pela sobrevivência. Cada um tem uma cruz.

 

Mas nesse final de ano, 2017, com uma tempestade no mundo político, corrupção por todo lado, reforma da previdência que prejudica os mais humildes e salva os poderosos, nova lei trabalhista que joga por terra todos os direitos adquiridos, até o salário mínimo foi abolido. No mundo religioso, muito comportamento inadequado, muita hipocrisia: Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço.

 

O tempo parece estar fechando, o céu está nublado, está ficando tudo escuro para 2018. Quem nos salvará dessa tempestade.

 

Um político honesto que se corrompe com o poder? Nossos pastores escondidos em manto de santidade que se aproveita para explorar as ovelhas? Um grande administrador que só pensa em se salvar? Livrar-se dos espinhos e construir um ninho para os seus?

 

Que venha 2018, que pensemos numa revolução em nossa vida, que pode ser tal como a revolução francesa (1789–1799), A revolução cubada de 1959 ou a revolução Russa de 1917?

 

O que é possível, na modernidade, na pós modernidade em 2018.

 

Desejo a todos muita sabedoria de Deus para atravessar esse mar de lama, 2017, sem se manchar. Que tenhamos força em 2018 para carregar a cruz, unindo os simples de coração, os humildes contra toda arrogância e prepotência dos novos déspotas esclarecidos.

 

Como a religião, segundo Nildo Viana (2015), é elemento importante na formação da esfera social dentro do capitalismo, devido ao número de adeptos, em que todos acreditam na ação transcendente no percurso da vida, deixo aqui a eles os crentes (cristãos) um texto bíblico para iluminar no pensar e agir em 2018.


Mateus 19,16-26

E eis que, aproximando-se dele um jovem, disse-lhe: Bom Mestre, que bem farei para conseguir a vida eterna? E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom senão um só, que é Deus. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos. Disse-lhe ele: Quais? E Jesus disse: Não matarás, não cometerás adultério, não furtarás, não dirás falso testemunho; Honra teu pai e tua mãe, e amarás o teu próximo como a ti mesmo. Disse-lhe o jovem: Tudo isso tenho guardado desde a minha mocidade; que me falta ainda? Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me. E o jovem, ouvindo esta palavra, retirou-se triste, porque possuía muitas propriedades. Disse então Jesus aos seus discípulos: Em verdade vos digo que é difícil entrar um rico no reino dos céus. E, outra vez vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus. Os seus discípulos, ouvindo isto, admiraram-se muito, dizendo: Quem poderá pois salvar-se? E Jesus, olhando para eles, disse-lhes: Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível.

 

Indico Interessante leitura
VIANA, Nildo. A formação das esferas sociais. In: As Esferas Sociais: a constituição capitalista da divisão social do trabalho intelectual. Rio de Janeiro: Rizoma, 2015.

Pedro Claudio Rosa

Pedro Claudio Rosa é graduado em História, Diácono da Igreja Católica e funcionário das Rádios Rio Claro AM e Felicidade FM na área de locução de radiojornalismo desde maio de 1987. 

Mais Opiniões
O que achou desse Artigo?
26 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano ou Facebook para comentar.

    Botão do Facebook
    Faça aqui o seu cadastro!