Opinião

Paisagismo urbano em Iporá tem suas deficiências e necessidades

Gesley Macedo
15/01/2018

Nem todas as cidades nascem planejadas e nem todas que nascem planejadas foram totalmente planejadas. O paisagismo urbano é uma preocupação de todo urbanista e sua implantação é outra questão que nem sempre se tem o controle.

 

Quando falamos de espaço urbano tem relação com a estrutura urbana e a paisagem urbana. Planejamento urbano tem eficiência muito grande com a implantação de árvores adequadas e conforto climático do local.

 

A implantação da arborização em vias urbana tem suas vantagem e desvantagens. Alguns fatores devem ser observados, tais como: tipo de árvores, espécie, tamanho de copa, tamanho de suas raízes, e frutos que serão produzidos ou não. Outro fator importante e o local de implantação dessas espécies. Nessa situação será observada a estrutura urbana da cidade. Já que algumas cidades não possuem áreas reservadas para a instalação dessas árvores. As calçadas, os canteiros centrais das vias, os afastamentos frontais, áreas de lazer, praças públicas e áreas públicas.

 

Para um bom planejamento devemos estudar as variantes e combiná-las adequadamente com a cidade onde será implantada.

 

Paisagismo urbano em Iporá tem suas deficiências e necessidades a serem pensadas. Na área central e setores já consolidados podemos notar várias situações de desconforto da vegetação com local devido ao porte e espécie de árvores colocada em locais inadequados por falta de planejamento e por falta de um olhar atento as estas situações urbanas. Não digo descaso do poder público, pois isso de certa forma é natural dele.

 

Quero deixar um alerta aqui neste espaço, para a nova gestão e futuras que tem esse olhar atento a esta questão sustentável urbana, pois nas áreas consolidadas fica a desculpa que não pode mexer, tem custos, não tem equipe adequada e treinada para isso. Mas nos novos loteamentos que estão sendo vendidos na periferia da cidade de Iporá, seria interessante o poder publico ser mais rigoroso com os afastamentos, calçadas, canteiros centrais, praças públicas e pensar no futuro do espaço urbano como um todo.

Gesley Macedo

Gesley Macedo é arquiteto urbanista e engenheiro de segurança do trabalho. É gerente de projetos (MBA), professor na PUC-GO e mestrando em História na PUC-GO.

Mais Opiniões
O que achou desse Artigo?
12 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano ou Facebook para comentar.

    Botão do Facebook
    Faça aqui o seu cadastro!