Opinião

Temos bons exemplos de empreendedorismo em nossa cidade

Arnon Geraldo Ferreira
11/06/2018

Vivemos um momento que nos leva a tomarmos decisões rápidas e eficientes, pois é em momentos econômicos instáveis pelo qual atravessamos no Brasil e no mundo globalizado e voltados a ações sustentáveis. É que surge a oportunidade para os novos empreendedores.

 

Segundo a Wikipédia, empreendedor é a pessoa que cria um novo negócio, observando a organização a capacidade e o manuseio, independente dos riscos eminentes do empreendimento.

 

Vejo e classifico após a analise de vários significados para a palavra empreendedor, como todo aquele que cria ou transforma condições já experimentadas, mas que não tiveram sucesso e até mesmo algo novo de uma forma diferente das convencionais, sem medo dos resultados e podemos perceber isso em vários exemplos práticos e de grandes resultados através de pequenas atitudes e ações.

 

Percebo essa necessidade de empreendermos cada vez mais e independente da área de atuação, é preciso sempre estar focado em ações voltadas e associadas à sustentabilidade e essa agregação de valores propicia resultados positivos.

 

Analisando vários índices relativos ao grau de empreendedorismo mundial, nos brasileiros estamos no topo dos índices, pois o brasileiro tem uma capacidade inesgotável de reinventar e esse é um dos primórdios do empreendedorismo.

 

Temos varias situações e exemplos, mas quero me reportar em exemplos regionais, enaltecendo cada vez mais a condição de lideres no campo do empreendedorismo, a exemplo de que é necessário para se obter o retorno dos investimentos, em países como Estados Unidos, Inglaterra e outros é em media de 5 anos, no Brasil podemos ver empreendimentos retornando em 2 anos ou até menos de acordo com a atividade e a formatação do negócio e isso reporto numa regra geral, pois cada caso tem sua particularidade emprendedoristica.

 

Na nossa cidade de Iporá - Go, por exemplo posso citar vários casos, mas para não ser injusto vou citar apenas o casal Dorivaldo e Norma, pessoas que não tiveram medo de empreender no campo através da Heveicultura (Seringueira) em 2010 e agora na atividade da Ranicultura - enquanto a maioria não acreditava na potencialidade de nossas terra para o cultivo de uma nova cultura os mesmos acreditaram e não mediram esforços para se colocarem a prova, não levando em conta que era mais riscos do que certezas, e é isso que faz o empreendedor, observando a sustentabilidade e a diversificação e juntamente com outros que apostaram e que estão pertos de verem os resultados de seus empreendimentos. Parabenizo a todos que tiveram essa iniciativa em prol do meio ambiente e bem como uma nova fonte de renda para o pequeno produtor rural.

 

E não poderia deixar de citar também o exemplo de empreendedorismo cultural do meu grande amigo e redator deste jornal (Valdeci Marques) por sua atitude ao lançar o livro “TONICO” que reporta e enfatiza os pioneiros que criaram essa linda e maravilhosa cidade, a qual tenho orgulho de ser filho e originário dos seus pioneiros, os FERREIRA e BERNARDES e outras.

 

Sem querer apenas enaltecer apenas a obra e o criador e sim a atitude do empreendedor o qual é o tema deste artigo, pois vários livros já fizeram menção a historia de Iporá - Go, mas esse e nesse momento que vivemos o da era digital, me fez não só pensar mas retomar o velho hábito da leitura de um bom livro impresso e com uma excelente narrativa. E esse é o diferencial do empreendedor, fica a grata satisfação de reportar esse empreendedor urbano.

 

Poderia ainda citar e enumerar vários exemplos, mas fica aqui minha homenagem e gratidão a todos os empreendedores, seja grande ou pequeno, porque o que faz a diferença não é tamanho do empreendimento e sim a grandeza que está na ideia.
Sejamos cada vez mais empreendedores, sem medo dos resultados.

Arnon Geraldo Ferreira

Arnon Geraldo Ferreira é Presidente da Associação dos Heveicultores de Iporá e Região, Produtor Rural – Heveicultor (Seringueira), empresário e consultor em agronegócio , graduado em Ciências Contábeis e pós-graduado em Biodiversidade e Sustentabilidade Ambiental. Palestrante na área de ITR – Administração - Contabilidade do 3º setor em Igrejas, Associações e Sindicatos e sobre ações ambientais.

Mais Opiniões
O que achou desse Artigo?
17 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano ou Facebook para comentar.

    Botão do Facebook
    Faça aqui o seu cadastro!